sexta-feira, 27 de maio de 2016

# organização # outros

Meu Planner 2016 [parte 1 de 3]



Eu sei, eu sei… Estamos em maio, praticamente JUNHO!! Quase meio do ano e eu venho aqui mostrar meu planner?! Pois é. U.U

Tenho visto na internet blogueiras e youtubers falando como fizeram seus planners, como decoram ou onde compraram e o que vem neles. Quem sou eu no meio disso ne? Mas também quero mostrar os meus!!


Comecei a usar o planner no ano passado porque eu estava cansada de esquecer de fazer muitas coisas que precisava e priorizar o que não era necessário. Além de muitas vezes me ver perdida no trabalho sem saber o que fazer em seguida. Então comecei a usar um planner mensal e semanal (e quando precisasse, um "to-do list" temporário) e senti uma mudança considerável no meu dia-a-dia.
Sinceramente: Nunca me senti tão bem tendo tudo organizado na minha mão.
O planner não era nada elaborado, era um amontoado de folhas A5 (metade da folha oficio) presas por uma argola removível no canto superior e um elástico pra manter tudo junto. Com uma capa de encadernação transparente e uma contracapa de papelão decorado com contact.

Cada seção desse planner veio de um blog diferente de modo que só lembro de onde vieram as páginas semanais e o calendário mensal (The Handmade Home) e recomendo a quem estiver procurando.

Um dia de limpeza pesada no quarto e um "To-Do List" de 2015


E o que é um planner? Não expliquei logo no inicio não é?
Um planner é uma espécie de agenda mais detalhada onde você organiza suas tarefas ao longo de um dia, uma semana ou um mês para otimizar seu dia-a-dia. Basicamente isso, mas vai muito além (você pode inclusive ter um planejamento do que você vai cozinhar/comer ao longo da semana -fiz isso durante um tempo em 2015 e foi super legal)

Em 2016 resolvi fazer algo menos “solto”, mas sem recorrer aos planners caros e/ou grandes, nem fazer downloads de categorias que eu não usaria. Na verdade eu acho que o planner ideal é aquele que você monta. Porque o usuário do planner vai colocar as páginas e categorias que realmente importam pra ele independente se pretende ou não usar decorações nas páginas.

Então adotei um blog planner 100% feito por mim para gerenciar esse blog, além de um caderno de finanças (que me acompanha desde antes de ouvir a palavra "planner") e o planner 2016 que é o que vou mostrar rapidinho nesse post.


Como planner 2016 usei a agenda que ganhei no trabalho. Ela é permanente e por isso achei bem fácil distribuir os dias e dividir as seções com o que imagino que usaria.

No planner semanal, segui o mesmo estilo do ano passado com espaço para anotações. O único erro que cometi aqui foi que eu deveria manter os dias da semana em sequencia com o planner aberto. Assim ó:

Esquema: Como eu fiz no topo e como seria o ideal.


Para separar as seções do planner fiz divisórias com papel couché 180g brilhoso e colei na aba umas tags adesivas. Mas antes de colar as tags, imprimi fundos bonitinhos nos papéis.

De uma próxima, se eu puder, quero usar papel fosco, e não brilhoso.

As seções que fiz foram: calendário Mensal, Semanal, Shopping List, Quadro de Horários; Metas, Endereços e telefones. Num próximo post (e juro que não vai demorar) conto como estou usando essas categorias.

Também fiz uma tag/legenda com as cores que uso para os compromissos/tarefas (ainda em definição); um envelope para armazenar coisas; e uma divisória feita de capa de encadernação para colocar os adesivos (também em desenvolvimento. Termino até dezembro!)



O envelope e a divisória com adesivos conto como foram feitos em outro post. ^^
Até o próximo.


K.

Meu planner 2016
Parte 1 - Parte 2 - Parte 3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@kikahoneycutt